Perguntas sobre a Área 51 na véspera de sua invasão

Ao longo de nossas vidas, tivemos que viver com segredos terríveis, como por que Ratoncito Pérez não reapareceu com minhas massas depois de completar 10 anos ou por que não recebo uma bolsa da sociedade secreta dos Illuminati e me rendo conspirar em quartos escuros vestidos com cogulla em vez de ir trabalhar todas as manhãs. Mas entre todos eles, principalmente por causa do campo que a série B marciana dos anos 60 e as produções americanas mais recentes e bobalicas nos deram, temos como meca inexpugnável de segredos a base militar ianque da Área 51.

Juntamente com o Vaticano ou a certidão de nascimento de Jordi Hurtado, a Área 51 tem sido um quebra-cabeça não resolvido icônico, principalmente, receio, para quem não confia em documentos ou declarações oficiais. As pessoas mais tensas querem saber se a sede oficial do Men In Black está realmente escondida lá, sequestraram e crucificaram qualquer transcrição de ET, mantendo o segredo da viagem no tempo ou de um dos cantos serrilhados deste mundo, que Nunca foi um esferóide Oblato, mas, como todo iluminado sabe, uma mera prateleira plana flutuando no espaço.

Por esse motivo, um conjunto de partes iguais de: traficantes, desempregados, traidores e seguidores juramentados do Quarto Milênio, que já somam mais de 400.000, decidiram, por meio de um evento organizado pelo Facebook, ir a essa área protegida. Eles querem atacá-la com determinação e finalmente revelar, se não morrerem metralhados pelos conscienciosos militares americanos, todos os seus segredos. Se alguém pensa em participar do evento com um pouco de gelo e pagará antes do embarque, a nomeação será no próximo dia 20 de setembro em Nevada, EUA. “Todos nos encontraremos na atração turística do Alien Center e coordenaremos nossa entrada”, alertam os organizadores do evento. “Se corrermos como Naruto, podemos nos mover mais rápido que suas balas”, acrescentam, esperançosamente.

Tudo parece, obviamente, uma piada de uma página do Facebook para aumentar seus seguidores. Mesmo assim, para que o número de piratas autênticos que não entendem a piada e realmente se reúnam nos portões da Área 51 não seja excessivo e possam operar com fluência e diligência no ataque, compilamos algumas respostas sobre o assunto de aliviar alguns e ficar em casa com algumas curiosidades cobertas.

O QUE É A ÁREA 51?

A Área 51, também conhecida como Groom Lake, Homey Airport, Dreamland, Paradise Ranch ou Watertown Stripes, é uma seção de destacamento da Base Aérea de Nellis, no sul de Nevada, Estados Unidos. Quando um aeródromo começou a operar em 1942, sob o nome de Campo Auxiliar da Força Aérea de Indian Springs, mais tarde foi ocupado pela CIA como base de teste para o Projeto Aquatone, consistindo no desenvolvimento de uma aeronave de reconhecimento estratégico em abril de 1955.

Devido ao sigilo que envolveu o desenvolvimento dos testes de voo do avião espião, não foi possível realizar regularmente. Eles não comentaram o fato à imprensa. Eles responderam apenas àqueles que tinham algumas dúvidas de que estavam lá para observar fenômenos meteorológicos estranhos, e assim começou a corrida anormal e suspeita.

É claro que, desde o início, a Área 51 tem sido usada não como base aérea convencional, mas com o objetivo de apoiar o desenvolvimento e a experimentação de novos sistemas de armas ou projetos de pesquisa, bastante intrigantes e por si só, sem necessidade de vivissecções alienígenas no meio. No momento, não é acessível ao público civil e muito menos aos agressores coordenados por um evento no Facebook, que pretendem correr em direção às cercas como ninjas de uma série de mangás.

ONDE ESTÁ A ÁREA 51?

A área é uma grande área, a base está localizada no condado de Lincoln, a cerca de 150 milhas a noroeste de Las Vegas, em um terreno de 7.543 quilômetros quadrados que pode levar qualquer pessoa que se atreva a voar para o tribunal.

QUAIS SÃO AS ORIGENS DA CONSPIRAÇÃO?

Quando há um mistério não resolvido, as pessoas geralmente o culpam por uma divindade ou pelos pobres alienígenas, que assinaram várias pirâmides para círculos de vandalismo em nossas plantações. Se, para a ignorância, acrescentamos que, em sua época, um homem chamado Bob Lazar declarou ter trabalhado de 1988 a 1989 como físico da Área 51 no estudo de navios extraterrestres, e que ele viu nove discos voadores diferentes durante sua estadia lá, porque já temos o pitot montado.

E, tanto quanto as duas universidades das quais ele afirma ter se formado não têm registro de sua passagem por lá, e que mesmo o próprio Lazar não foi capaz de mostrar nenhum documento que comprove que ele trabalhou para o governo dos EUA, isso não importa, porque o conspiranoico precisa apenas de sua fé para alimentar sua conspiranoia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BR
es_ES pt_BR